terça-feira, 26 de junho de 2012

V Semageo UEPB - Guarabira / 2012


A V Semageo (Semana de Geografia), que será realizada no mês de Setembro no Centro de Humanidades da Universidade Estadual da Paraíba em Guarabira - PB, solicito que divulguem, e se possível venham participar da construção desse evento juntamente conosco.

Saudações Geográficas

Prof. Ms. Rafael Fernandes
Contatos: 9954 2265 / 91700973

Unesp lança portal de materiais didáticos

A Universidade Estadual Paulista lançou no dia 14 de junho o Projeto Unesp Aberta, que disponibiliza pela internet disciplinas livres como oportunidade de aperfeiçoamento de professores nas áreas de Humanas, Exatas e Biológicas.
A iniciativa oferece gratuitamente materiais didáticos digitais dos cursos de graduação, pós-graduação e extensão da Unesp elaborados em parceria com o Núcleo de Educação a Distância (NEaD) da universidade.
Entre os materiais disponíveis na Unesp Aberta estão mais de 17 mil itens educacionais, como mapas, imagens, softwares e animações, 300 videoaulas, 300 textos e 138 livros digitais do selo Cultura Acadêmica, além do acervo da Biblioteca Digital – que reúne material pertencente ao sistema de bibliotecas da Unesp e de seus centros de documentação.
O acervo contempla ainda o material dos cursos da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) e da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e de cursos presenciais da Unesp que também utilizam as tecnologias digitais.
As disciplinas livres disponibilizadas integram a Rede São Paulo de Formação Docente (RedeFor), convênio da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo com Unesp, Universidade de São Paulo e Universidade Estadual de Campinas para dar cursos de pós-graduação a professores da rede pública do Estado.
O projeto da Unesp prevê as inclusões de versões em inglês e espanhol, bem como a incorporação de recursos de acessibilidade, como Libras e audiodescrição. O acesso ao material não dá direito a qualquer tipo de certificação de conclusão ou apoio educacional.
O lançamento do projeto também marcou a inauguração do auditório do NEaD, que conta com 150 lugares, além de uma sala de reunião e de salas de aulas.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Artigo sobre a EA na EJA em Rio Tinto-PB é publicado em Livro eletrônico do CNEA




O livro "Educação Ambiental: responsabilidade para conservação da sociobiodiversidade", com ISBN: 978-85-7745-938-4, está no ar. A obra é uma coletânea com 830 artigos correspondentes aos trabalhos apresentados no II Congresso Nacional de Educação Ambiental & IV Encontro Nordestino de Biogeografia. O livro eletrônico é apresentado em 4 volumes, contendo 5.584 páginas. Faça o download e divulgue este importante instrumento para a Educação Ambiental. Veja esta e outras publicações também no site: www.gsplanejamento.com

Livro II CNEA – Volume 1
Clique no link para fazer o download em formado PDF:

Livro II CNEA – Volume 2
Clique no link para fazer o download em formado PDF:

Livro II CNEA – Volume 3
Clique no link para fazer o download em formado PDF:

Livro II CNEA – Volume 4
Clique no link para fazer o download em formado PDF:


ATENÇÃO: para visualização dos artigos é necessário ter instalado o Acrobat Reader©

  • Segue abaixo o resumo do artigo publicado:


EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS:
CONCEPÇÕES E PRÁTICAS NO MUNICÍPIO DE RIO TINTO – PB

Sidnei Felipe da Silva
Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Geografia
Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
prof.sidnei.eageo@gmail.com



RESUMO

Nas ultimas décadas, a Educação Ambiental ganhou bastante destaque na comunidade científica, passando a ser o principal elemento que a sociedade possui, na procura de diminuir os prejuízos causados ao meio ambiente. Atualmente, existe a necessidade da abordagem desta temática em todos os segmentos sociais, para que esta torne-se um instrumento que aliado a Educação de Jovens e Adultos (EJA) passe a promover mudanças de comportamento destes atores na sociedade. Sendo assim, o objetivo principal deste trabalho é analisar a implementação da Educação Ambiental na EJA em escolas públicas do município de Rio Tinto / PB. Pois, o equilíbrio é necessário para que seja estabelecida a sustentabilidade, e consequentemente, a garantia do futuro das próximas gerações. Partindo do local para o geral (ou global), é extremamente importante, disseminar a Educação Ambiental, com o intuito de despertar o sentimento de preservação dos recursos naturais do nosso planeta. A conscientização do alunado contribui para a elevação do nível de conhecimento da população sobre a temática ambiental, devido ao fato dos alunos se tornarem agentes multiplicadores da consciência ambiental, defendendo o meio natural e colaborando para uma proteção do meio ambiente local.

PALAVRAS-CHAVE: Educação Ambiental, Educação de Jovens e Adultos, Conscientização.

 
ABSTRACT
In recent decades, environmental education has gained a lot of prominence in the scientific community, becoming the main element that society has, in seeking to lessen the damages caused on the environment. Currently, there is a need for addressing this issue in all segments of society so that it becomes a tool that together with the Youth and Adults Education (EJA) passes to promote changes in behavior of these actors in society. Thus, the main objective of this study is to analyze the implementation of environmental education in EJA in public schools of Rio Tinto / PB. So, the balance is required to sustainability be established, consequently ensuring the future of next generations.  From the local to the general (or global) is extremely important to disseminate environmental education, aiming to awake the feeling of preserving natural resources of our planet. The awareness of the students contributes to the raising of the population knowledge level about the environmental theme, due to the fact that the students become multipliers of the environmental conscience, defending the environment and contributing to a local environmental protection.

KEY-WORDS: Environmental Education, Youth and Adult Education, Awareness


SISU - 2012

De 18/06 a 22/07 estão abertas as inscrições do sisu 2012


Quem pode participar?
Para se inscrever no Sisu 2º/2012 é preciso ter feito a prova do Enem 2011, com nota diferente de zero na redação. É preciso ter em mãos o número de inscrição e a senha no Enem 2011. Não é possível participar utilizando número de inscrição e senha cadastrados em outras edições do Enem.
Esqueceu seu número de inscrição ou senha no Enem 2011?
O que é o Sisu?
O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o sistema informatizado, gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).
O processo seletivo do Sisu 2º/2012 selecionará candidatos para ingresso em cursos com vagas no 2º semestre do ano letivo de 2012.

18/06 a 22/06 - Período de inscrições
25/06 - Resultado da 1ª chamada
29/06 e 02/07 - Matrícula da 1ª chamada
06/07 - Resultado da 2ª chamada
06/07 a 12/07 - Prazo para participar da Lista de Espera
10/07 e 11/07 - Matrícula da 2ª chamada
17/07 - Convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições a partir desta data

Fonte:
Disponível em: <http://sisu.mec.gov.br/> acessado em: 19/ 06/ 2012.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Trabalho de Professores de Geografia do Cursinho da UFPB foi agraciado com o Prêmio "Elo Cidadão" (UFPB - 2011)


A coordenação Geral do Curso Pré-Universitário Litoral Norte parabeniza os bolsistas desse projeto que apresentaram trabalhos no ENEX 2011. Dos 7 trabalhos apresentados, todos foram destacados com excelentes notas. Destes, 4 receberam a nota máxima: 10; e um deles, de autoria dos professores Sidnei e Josivando, foi agraciado com o Prêmio Elo Cidadão

PRÁTICAS DE ENSINO DE GEOGRAFIA E A UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS NO CURSO PRÉ-UNIVERSITÁRIO LITORAL NORTE/CCAE
Sidnei Felipe da Silva(1);Josivando Félix da Silva(1);Jocélio Coutinho de Oliveira(3); Luiz Fábio Alves Jalles(3); Lusival Antonio Barcellos(3)
Centro de Ciências Aplicadas e Educação/Departamento de Educação/FLUEX


RESUMO
Introdução
O presente trabalho apresenta como o ensino de Geografia no Curso Pré-Universitário Litoral Norte realizado pelo Centro de Ciências Aplicadas e Educação/CCAE, através da utilização de diferentes mídias visa contribuir para uma formação mais crítica e participativa dos alunos, pois hoje o acesso às informações e a velocidade com que estas são divulgadas são cada vez maiores, a nossa proposta vai de encontro ao pensamento de uma Geografia Humanística.
Objetivos
Essa prática de ensino objetiva que os vestibulandos desenvolvam a capacidade de compreender o conteúdo programático desta disciplina de maneira mais dinâmica, preparando-os de maneira mais adequada para ingresso no ensino superior.
Metodologia
 Como metodologias, buscamos ministrar aulas diferenciadas abordando os conteúdos de modo a estimular o interesse por esta Ciência, propondo um diálogo com o espaço mais próximo do aluno, seja local ou global. Utilizamo-nos dos mais diversos recursos, para tornar as aulas mais dinamizadas, o que denominamos de diferentes mídias são, a internet, programas em rádios comunitárias, programas na televisão, CD-Rom, filmes, documentários, músicas, entre outros.
Resultados
 Os resultados a serem alcançados, serão aferidos por meio de observação nas atividades propostas, interações orais e simulados. Significa que estamos no caminho certo, para que, cada vez mais, os alunos do curso pré-universitário do Litoral Norte, tenham sucesso não só nos exames seletivos de vestibulares e no ENEM, mais também em suas vidas.
Conclusão
É objeto de preocupação da geografia atual, entender o comportamento das sociedades humanas, suas relações com a natureza e suas relações socioeconômicas e culturais. E é por este caminho, que os professores de Geografia devem e precisam incentivar estes atores a buscarem e realizarem seus sonhos.
PALAVRAS-CHAVE: Prática de ensino. Geografia. Mídias.
Referências

ALMEIDA, R. D. A propósito da questão teórica metodológica sobre o ensino da geografia. IN: Prática de ensino em geografia. São Paulo: AGB – Marco Zero, 1991.

CALLAI, H. C. O ensino de geografia recortes especiais para análise. In: CASTRO-GIOVANNI, A. C. et al. (Org.). Geografia em sala de aula: práticas e reflexões. Porto Alegre: Editora da UFRGS/AGB Seção Porto Alegre, 2001.

CARLOS, E. J. (Org.). Educação e Visualidade: Reflexões, estudos e experiências pedagógicas com a imagem. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2008.

ROSS, J. L. S. (Org.). Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 2001.

 

sábado, 16 de junho de 2012

Artigo sobre a etnia Potiguara é apresentado no 3º SERNNE


A Comissão organizadora do 3º SERNNE tem a satisfação de lhe informar que o trabalho do Grupo de Pesquisa SABERES HISTÓRICOS: ENSINO DE HISTÓRIA, HISTORIOGRAFIA E PATRIMÔNIOS, do Coordenador Prof. Dr. Raimundo Barroso Cordeiro Junior (UFPB), foi aceito na modalidade de GT’s, para ser apresentado no 3º SEMINÁRIO REGIONAL NORTE E NORDESTE DA PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA, que foi realizado entre os dias 13 e 15 de Junho de 2012 na cidade de João Pessoa-PB.

E o trabalho apresentado pelo Grupo de Pesquisa foi: EDUCAÇÃO AMBIENTAL: AS CONTRIBUIÇÕES DO ENSINO DE GEOGRAFIA PARA A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EM ESCOLAS INDÍGENAS DO POVO POTIGUARA, do Mestrando em Geografia: Sidnei Felipe da Silva (UFPB)

 

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: AS CONTRIBUIÇÕES DO ENSINO DE GEOGRAFIA PARA A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
EM ESCOLAS INDÍGENAS DO POVO POTIGUARA


Sidnei Felipe da Silva
Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Geografia
Universidade Federal da Paraíba (UFPB)


RESUMO

Nas ultimas décadas, a Educação Ambiental ganhou bastante destaque na comunidade científica, passando a ser um importante instrumento que a sociedade possui na busca de minimizar os prejuízos causados ao meio ambiente. Atualmente, existe a necessidade da abordagem desta temática em todos os segmentos da sociedade, inclusive para as comunidades tradicionais, a exemplo dos povos indígenas para que a educação ambiental possa vir a ser um instrumento que aliado a Educação de Jovens e Adultos (EJA) passe a promover mudanças de atitudes na sociedade atual. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é analisar a importância de se aplicar a Educação Ambiental através das contribuições do ensino de Geografia na EJA em escolas estaduais indígenas do povo Potiguara da aldeia de Monte-Mór, situada no município de Rio Tinto-PB.

PALAVRAS-CHAVE: Educação Ambiental, Povos Indígenas, Educação de Jovens e Adultos, Ensino de Geografia.

 

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Abertura do SERNNE - João Pessoa/PB

I CIRCULAR

III SEMINÁRIO REGIONAL NORTE-NORDESTE DE PÓS-GRADUAÇÃO EM
GEOGRAFIA

III Seminário Regional Norte-Nordeste de Pós-Graduação em Geografia será realizado de 13 a 15 de junho de 2012 na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) na cidade de João Pessoa-PB. O evento tem caráter regional, contando com convidados dos Programas de Pós Graduação em Geografia do Norte e Nordeste e representantes de Agências de Fomento à Pesquisa. Seu público-alvo é constituído de pesquisadores e professores, além de alunos de pós-graduação em Geografia.

O tema central do evento é a “Pós-Graduação em Geografia no Norte e Nordeste: políticas de fomento, pesquisas e ações. O objetivo central desse evento é o de aprofundar os debates sobre a política de pós graduação e os desafios postos para a consolidação dos programas situados nessas duas regiões, seja no que concerne aos enfrentamentos relacionados a obtenção de recursos, seja no âmbito da concretização das pesquisas.

O evento está organizado nos seguintes segmentos, a saber: Diálogo de Abertura; Grupos de Trabalho, que constituem espaços privilegiados para discussões das diferentes pesquisas realizadas, ou em andamento, nos campos temáticos indicados na estrutura do evento; Mesas redondas, integradas por pesquisadores indicados pelo conjunto dos Programas de Pós-graduação do Norte e Nordeste; Fórum de Coordenadores, e de Estudantes, onde será discutida prioritariamente a política de Pós-Graduação do Norte e Nordeste, a partir das experiências construídas nas pós-graduações dessas duas regiões e das diretrizes das agências financiadoras.

As Mesas Redondas e o Diálogo de Abertura estão estruturados, visando aprofundar osdebates colocados nos eventos anteriores sobre a política de Pós Graduação brasileira, principal objetivo do evento. Já os Grupos de Trabalho visam debater o conjunto dos temas que vem sendo pesquisados nas pós graduações dessas duas regiões, de modo a fomentar a troca de experiências e o aprofundamento das pesquisas.

Objetivos:
Discutir e propor estratégias para a criação e consolidação dos Programas de Pós-graduação em Geografia nas Regiões no Norte e Nordeste, através do (a):
·    Fortalecimento das linhas de pesquisas e redes de pesquisadores;
·    Articulação e parcerias de pesquisadores de diferentes IES com vistas ao fortalecimento dos veículos de publicação científica;
·   Divulgação de experiências inovadoras no campo da divulgação científica;
·  Avaliação do desempenho dos Periódicos Científicos e parâmetros da Base Qualis e indexadores;
·  Realização de intercâmbios e convênios entre Programas, IES e órgãos de fomento à pesquisa.

PROGRAMAÇÃO